Nosso site utiliza cookies para melhorar a navegação do usuário. Os cookies são pequenos arquivos de páginas que você visita e que ficam salvos no seu computador. Clicando em "Eu Aceito!", você concorda com esse armazenamento no seu dispositivo e nossa Política de Privacidade.
Receba novidades do blog Mundo do Aço!

Mundo do Aço

Cinco lições que a pandemia deixa para os negócios em 2020 crédito: Stockphoto

O ano de 2020 tem sido desafiador em todos os sentidos. Na economia, depois de um tombo histórico no primeiro semestre, o setor produtivo tem reagido fortemente, mas essa reação não tem sido a mesma para todos. Veja o que pode ser aprendido, segundo especialistas ouvidos pela Forbes, sobre os impactos da pandemia nos negócios. 

Crises acontecem

Praticamente todas as organizações no planeta foram impactadas de alguma forma pela Covid-19.  Como diz o ditado, planeje o pior e espere o melhor. As empresas que previram o desastre antes que ele ocorresse voltaram aos negócios mais rapidamente usando o pensamento criativo e a flexibilidade.

Cultura corporativa é importante

Uma cultura de trabalho de sucesso une os membros da equipe e realmente os aproxima ainda mais em um momento de crise. Vale se perguntar: seus funcionários respondem às mudanças? Existe uma liderança forte e alto moral dos funcionários? Os funcionários que são reconhecidos por seu trabalho árduo são mais propensos a contribuir quando as coisas ficam difíceis.

Comunicação é tudo

Ser transparente e comunicar-se com frequência com o seu público tem sido fundamental  na pandemia. Organizações inteligentes têm se comunicado demais com clientes, funcionários, fornecedores e parceiros estratégicos. Eles se mantiveram em contato usando de tudo, desde mídias sociais e publicidade tradicional até placas simples manuscritas em suas portas de entrada.

Reserva financeira é fundamental

Manter recursos suficientes para financiar totalmente as operações durante tempos de grandes interrupções fez a diferença entre as empresas que não conseguiram sobreviver e outras que conseguiram prosperar. É importante ter pelo menos seis meses de reservas de caixa é algo que os gurus dos negócios pregam. Indivíduos que perderam seus empregos, mas têm economias no banco, estão encontrando uma maneira de seguir em frente, apesar de uma pandemia cujos efeitos ainda são incertos.

Inove ou vá a falência

Empreendedores que sobreviveram se articularam e se reinventaram rapidamente. Não era uma opção para algumas empresas – como viagens e turismo – quando todas as suas indústrias desmoronaram ou pararam.

A capacidade de adaptação rápida é o que tem mantido algumas pequenas empresas no mercado, em comparação aos 25% ou mais estimados que permanecem fechados: de médicos que se mudaram para a telemedicina e restaurantes construindo espaços ao ar livre e se concentrando no delivery ou na entrega de comida na calçada.

Fonte: Forbes

Comente aqui
O seu endereço de e-mail não será exibido no comentário
Campos obrigatórios estão indicados com ( * )
Ainda restam caracteres.
Seu comentário está aguardando aprovação.
Obrigado pelo seu comentário!

ferrominas@ferrominas.com.br

Rua Virgínia Brandão 157 - Santa Luzia
Centro, Ubá - MG, 36506-006