Ferrominas
Tabela de Normas e técnicas


Com novas parcerias e projeções otimistas, Grupo PCP Steel completa 40 anos

Embora o setor industrial brasileiro esteja passando por uma das piores crises já vivenciadas, algumas empresas do setor têm excelentes motivos para celebrar 2018. Em outubro, o Grupo PCP Steel, de Caxias do Sul/RS, comemora 40 anos de atividades. Com projeções otimistas para os próximos anos e novas parcerias em andamento, a marca abrange três empresas e emprega cerca de 180 colaboradores.

Uma das principais características do grupo ao longo das últimas quatro décadas é a constante reinvenção. Fundada em 1978 em um escritório de apenas 30m², a PCP nasceu como um empreendimento de representação comercial. Em pouco tempo, o aço começou a nortear as negociações e a empresa passou a representar importantes marcas do mercado industrial nacional e internacional. Atualmente, essa unidade leva o nome de PCP Produtos Siderúrgicos e é referência na distribuição de aços de alta resistência e tubos para cilindros hidráulicos.

As outras duas empresas do grupo PCP foram criadas nos anos 2000, de olho nas necessidades dos clientes. A Unylaser surgiu em 2003 e atua na área de fabricação de produtos e componentes metálicos. A linha de fueiros florestais Raptor®, produzida pela empresa, é líder de mercado e é exportada para toda América Latina, Estados Unidos e Europa. Já a terceira empresa do grupo, a PCP Serviços de Corte, foi fundada em 2005 e atende grandes companhias de Caxias do Sul e região. “Apesar de atendermos nichos industriais bem específicos, a PCP está sempre evoluindo e ampliando os serviços. Com as nossas três empresas, conseguimos oferecer uma solução completa para os clientes”, destaca Eduardo Cervelin, gerente geral da PCP Produtos Siderúrgicos.

O exemplo de reinvenção mais recente do grupo PCP foi a mudança de posicionamento na área de distribuição de aço de alta resistência. Por cerca de 10 anos, o grupo desenvolveu uma sólida parceria com a Ruukki, uma corporação da Finlândia. Em virtude do momento econômico nacional e também de mudanças na estrutura do então parceiro, a relação comercial foi encerrada. A lacuna na distribuição de aço de alta resistência foi preenchida rapidamente e, desde 2016, o grupo trabalha com um parceiro nacional: a Usiminas. “Identificamos um potencial tecnológico e de produção de excelência na Usiminas. Estamos trabalhando em conjunto com eles para desenvolver não apenas o mercado brasileiro, como também o de outros países. Já estamos com operações no Uruguai, na Argentina e no Chile e estamos concorrendo com players mundiais”, adianta Humberto Cervelin, fundador e diretor geral do Grupo PCP Steel.

A nova parceria é uma razões que torna as projeções do grupo otimistas para os próximos anos. Juntamente com a Usiminas, a PCP vem criando novos produtos e soluções que serão disponibilizadas em breve para o mercado. Como a parceria é nacional, as operações do grupo também ganharam mais agilidade e o atendimento aos clientes está ainda mais flexível. As turbulências trazidas pelos cenários político e econômico instáveis, claro, influenciam as perspectivas. A PCP, porém, pretende manter a sua trajetória pautada em seu principal slogan: Credibilidade é a nossa maior conquista. “Mesmo sendo um grupo familiar, mantemos práticas de governança e transparência com extremo profissionalismo. A credibilidade só se obtém adquirindo a confiabilidade dos clientes, sendo empresas corretas, honestas e cidadãs”, ensina o diretor. Para comemorar os 40 anos do Grupo PCP, um jantar será oferecido a convidados no dia 23 de outubro, em Caxias do Sul.

Serviço:

O que: Jantar de aniversário de 40 anos do Grupo PCP Steel para convidados
Quando: 23 de outubro de 2018, às 20h

Onde: Restaurante Sica, na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC). Fica na Rua Ítalo Vítor Bersani, 1134, bairro Jardim América.


Fonte: SEGS



Previsão da Usiminas é de estabilidade dos preços do aço no 4º trimestre
Antes do aumento de preço no terceiro trimestre o prêmio do preço do aço doméstico em relação ao importado estava negativo em 5%, mas hoje está positivo entre 5% e 10%, nível considerado adequado

Leia mais
…………………………………
Usiminas tem avanço no 3º trimestre
A companhia informou como destaques para o desempenho positivo os maiores preços e volumes de aço no mercado doméstico e cotações mais altas na exportação. Além disso, houve avanço também no negócio de minério de ferro

Leia mais
…………………………………
Usiminas quer vender unidade de mineração em 2019
Operação deverá decolar após o desfecho das eleições presidenciais no Brasil

Leia mais
…………………………………
Programa de saúde ocupacional da Usiminas recebe prêmio internacional
Premiação foi dada pela World Steel Associação durante conferência anual da entidade

Leia mais
…………………………………
Siderúrgica Posco tem maior lucro trimestral desde 2011 impulsionada por preços do aço
A siderúrgica sul-coreana Posco publicou nesta terça-feira o maior lucro trimestral desde 2011 e afirmou que espera que a receita de 2018 cresça impulsionada por preços mais altos de aço. A quinta maior produtora de aço do mundo elevou a previsão de receita anual para 64,8 trilhões de wons (57 bilhões de dólareS) ante estimativa anterior de 64,1 trilhões de wons divulgada em julho. Os preços do aço na China subiram quase 20 por cento este ano, impulsionados por interrupções de produção geradas por ações de combate à poluição e excesso de capacidade produtiva. O vice-presidente executivo da Posco, Kim Gwang-soo, afirmou em teleconferência com analistas que os preços do aço devem continuar fortes no quarto trimestre diante de demanda sólida. "Um aumento na produção de aço da China no terceiro trimestre e cortes menores que o esperado de produção pesaram sobre os preços...mas a demanda deve crescer no quarto trimestre e a China deverá reduzir a produção, embora o corte deverá ser menor que o realizado no ano passado", disse Kim. Em setembro, a produção diária de aço da China atingiu recorde de 2,7 milhões de toneladas, em média. O lucro operacional da Posco no trimestre passado subiu 36 por cento, para 1,5 trilhão de wons, informou a empresa. A receita do terceiro trimestre avançou 9,1 por cento sobre um ano antes, para 16,4 trilhões de wons.

Leia mais
…………………………………
 
 
 
 
Ubá
Telefone: (32) 3539-3300
ferrominas@ferrominas.com.br
Viçosa-MG (escritorio de vendas)
Telefone: (31) 3892-6391 / (31) 99989-0844
vicosa@ferrominas.com.br
   
© Copyrigth 2012 - Ferrominas - Todos os direitos reservados GW Soluções Web 32 3531-8286