Ferrominas
Tabela de Normas e técnicas


CSN tenta reverter revés na Justiça para alongar dívida com o Bradesco

Com o objetivo de conseguir um prazo maior para retomar as conversas para alongamento de sua dívida, a Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3) negocia com o Bradesco(BBDC4), mas antes precisa superar uma disputa na Justiça que impediu a companhia de distribuir dividendos de R$ 890 milhões. As informações são da Coluna do Broad desta segunda-feira.

Depois disso, a siderúrgica poderá sentar novamente à mesa com o seu credor para discutir formas para alongar seus débitos. Caso o pagamento seja liberado, boa parte dos proventos serão destinados para a holding da família Steinbruch, sendo usado para amortizar a dívida que tem com o Bradesco.

A publicação informa que essa forma que considera os vencimentos da holding foi acertada com o credor como uma das condições para reperfilamento da dívida da CSN. Sendo assim, a companhia precisa conseguir liberar o pagamento.

A coluna lembra que neste ano, a CSN já negociou sua dívida com o Banco do Brasil (BBAS3) e Caixa Econômica Federal.

O conselho de administração da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) decidiu cancelar os dividendos declarados no dia 17 de agosto, no valor de R$ 890 milhões, após a justiça bloquear o pagamento previsto para o dia 30.

A CSN disse que pretende utilizar os recursos não distribuídos para amortizar obrigações de curto prazo, que com o pagamento dos dividendos seriam alongadas.

“A companhia reitera sua confiança na rápida continuidade do alongamento de seu passivo financeiro, por meio do seu programa de desinvestimento em curso e da constante melhora operacional”, disse a empresa em fato relevante.


Fonte: Reuters



World Steel dobra previsões globais na produção de aço, mas afirma que riscos permanecem
A demanda global por aço enfrenta incertezas devido às tensões no ambiente econômico global

Leia mais
…………………………………
Canadá impõe sobretaxas de 25% a sete produtos de aço
O governo do Canadá anunciou nesta quinta-feira (11) que, a partir de 25 de outubro, aplicará sobretaxas de 25% a sete categorias de produtos de aço para evitar que fabricantes estrangeiros afetados pelo aumento de tarifas pelos Estados Unidos repassem sua produção ao país. O Ministério de Finanças do Canadá informou em comunicado que os sete produtos em questão são chapa grossa, barras de reforço para cimento, produtos tubulares para o setor de energia, aço laminado a quente, aço pré-pintado, cabo de aço inoxidável e barras de arame. A sobretaxa será imposta a produtos procedentes de todos os países. As autoridades canadenses também anunciaram ajuda aos produtores nacionais que dependem de aço e alumínio procedente dos Estados Unidos e que estão sendo afetados pelo aumento das tarifas no Canadá, que ocorre em represália à medida adotada nos EUA. Críticas O governo do México lamentou a decisão anunciada pelo Canadá e alertou que usará os mecanismos disponíveis para proteger o país da medida. A Secretaria de Economia mexicana disse em comunicado que a determinação do Canadá “afetará as exportações mexicanas de produtos como tubos de perfuração petrolífera e arame galvanizado”. Além disso, a pasta informou que o México revisará cuidadosamente as medidas impostas, já que podem violar compromissos internacionais do Canadá como o recém renegociado Tratado de Livre-comércio de América do Norte (Nafta), “além de pôr em risco a competitividade e a integração comercial da indústria regional”. “O México lamenta ainda que estas medidas sejam tomadas quando os dois países conseguiram avançar nas negociações comerciais que promoverão uma maior integração regional”, acrescenta o comunicado.

Leia mais
…………………………………
GE fornece serviço de reposição para uma das maiores usinas siderúrgicas do Brasil
A GE substituirá equipamento elétrico da Companhia Siderúrgica Nacional, uma das maiores e mais antigas siderúrgicas do Brasil

Leia mais
…………………………………
Gerdau apresentará tecnologias para a indústria automobilística
A Gerdau, um dos maiores fornecedores nacionais de aço, apresentará na quinta-feira, 18, novas tecnologias da Aços Especiais, sua divisão responsável pela produção para indústria automobilística, setor que tem ampliado a utilização de aços especiais na produção nacional.

Leia mais
…………………………………
Gerdau é "dupla oportunidade" para lucrar nos próximos 2 ou 3 anos na bolsa
Difícil entender por que a Gerdau está com performance tão fraca nos últimos meses

Leia mais
…………………………………
 
 
 
 
Ubá
Telefone: (32) 3539-3300
ferrominas@ferrominas.com.br
Viçosa-MG (escritorio de vendas)
Telefone: (31) 3892-6391 / (31) 99989-0844
vicosa@ferrominas.com.br
   
© Copyrigth 2012 - Ferrominas - Todos os direitos reservados GW Soluções Web 32 3531-8286