Ferrominas
Tabela de Normas e técnicas


Ciclone Joyce ganha força e obriga Austrália a esvaziar terminal portuário de minério de ferro

O terminal de minério de ferro de Port Hedland, na Austrália, espera retirar embarcações remanescentes de seu porto até a noite desta quinta-feira (horário local) como medida de segurança após um ciclone tropical se intensificar na costa oeste do país, informou a autoridade portuária local.

A principal usuária do porto, a mineradora gigante global BHP , informou estar monitorando o progresso do ciclone Joyce em meio a previsões de que irá alcançar força de categoria 3 até o início da manhã de sexta-feira, com rajadas de ventos de 165 km/h a 224 km/h.

"Todas as embarcações são esperadas para serem removidas do porto até 18h30 (horário local), no momento em que o porto será oficialmente fechado", informou a autoridade portuária.

O porto representa mais da metade das exportações de minério de ferro da Austrália, lidando com mais de um milhão de toneladas por dia do cinturão de ferro da região de Pilbara, a maior parte com destino a siderúrgicas chinesas.


Fonte: Reuters



Previsão da Usiminas é de estabilidade dos preços do aço no 4º trimestre
Antes do aumento de preço no terceiro trimestre o prêmio do preço do aço doméstico em relação ao importado estava negativo em 5%, mas hoje está positivo entre 5% e 10%, nível considerado adequado

Leia mais
…………………………………
Usiminas tem avanço no 3º trimestre
A companhia informou como destaques para o desempenho positivo os maiores preços e volumes de aço no mercado doméstico e cotações mais altas na exportação. Além disso, houve avanço também no negócio de minério de ferro

Leia mais
…………………………………
Usiminas quer vender unidade de mineração em 2019
Operação deverá decolar após o desfecho das eleições presidenciais no Brasil

Leia mais
…………………………………
Programa de saúde ocupacional da Usiminas recebe prêmio internacional
Premiação foi dada pela World Steel Associação durante conferência anual da entidade

Leia mais
…………………………………
Siderúrgica Posco tem maior lucro trimestral desde 2011 impulsionada por preços do aço
A siderúrgica sul-coreana Posco publicou nesta terça-feira o maior lucro trimestral desde 2011 e afirmou que espera que a receita de 2018 cresça impulsionada por preços mais altos de aço. A quinta maior produtora de aço do mundo elevou a previsão de receita anual para 64,8 trilhões de wons (57 bilhões de dólareS) ante estimativa anterior de 64,1 trilhões de wons divulgada em julho. Os preços do aço na China subiram quase 20 por cento este ano, impulsionados por interrupções de produção geradas por ações de combate à poluição e excesso de capacidade produtiva. O vice-presidente executivo da Posco, Kim Gwang-soo, afirmou em teleconferência com analistas que os preços do aço devem continuar fortes no quarto trimestre diante de demanda sólida. "Um aumento na produção de aço da China no terceiro trimestre e cortes menores que o esperado de produção pesaram sobre os preços...mas a demanda deve crescer no quarto trimestre e a China deverá reduzir a produção, embora o corte deverá ser menor que o realizado no ano passado", disse Kim. Em setembro, a produção diária de aço da China atingiu recorde de 2,7 milhões de toneladas, em média. O lucro operacional da Posco no trimestre passado subiu 36 por cento, para 1,5 trilhão de wons, informou a empresa. A receita do terceiro trimestre avançou 9,1 por cento sobre um ano antes, para 16,4 trilhões de wons.

Leia mais
…………………………………
 
 
 
 
Ubá
Telefone: (32) 3539-3300
ferrominas@ferrominas.com.br
Viçosa-MG (escritorio de vendas)
Telefone: (31) 3892-6391 / (31) 99989-0844
vicosa@ferrominas.com.br
   
© Copyrigth 2012 - Ferrominas - Todos os direitos reservados GW Soluções Web 32 3531-8286